Cartilha com Orientações para a instalação de Fórum Regional ou Municipal de Educação Infantil vinculado ao FBEI

Olá, proinfancian@s!

No III Encontro Estadual do Proinfância Bahia MEC-UFBA disponibilizamos aos participantes uma cartilha com importantes Orientações para a instalação de Fórum Regional ou Municipal de Educação Infantil vinculado ao Fórum Baiano de Educação Infantil (FBEI).

Abaixo, segue o material em PDF para download.

cartilha FBEI

Clique para baixar versão de impressão ->>>> CARTILHA_PRINT

Clique para baixar versão de visualização ->>>> CARTILHA_visualização

Após leitura, deixe seu parecer sobre a publicação.

Ficamos tão alegres com os comentários de vocês…!

Um abraço proinfanciano!

Seminário Internacional “Literatura na Educação Infantil: acervos, espaços e mediações”

seminário

O Seminário Internacional “Literatura na Educação Infantil: acervos, espaços e mediações”, a realizar-se nos dias 8 e 9 de maio de 2014, integra uma investigação realizada em parceria com o Ministério da Educação do Brasil, a Universidade Federal de Minas Gerais, a Universidade Federal do Rio de Janeiro e a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Essa pesquisa pretende ampliar e melhorar as discussões teóricas sobre o tema da leitura e da escrita na Educação Infantil e propor alternativas para a construção de práticas pedagógicas comprometidas com a qualidade do atendimento nessa etapa da Educação Básica.

A intenção é a de que o Seminário tenha um caráter problematizador e que, a partir dos debates, auxilie na construção de alternativas para o desenvolvimento de práticas pedagógicas e de políticas voltadas para a formação da criança como leitora de literatura. Como o principal objetivo não é a formação, o público prioritário são os pesquisadores da área e gestores educacionais. Espera-se um público de aproximadamente 150 pessoas entre pesquisadores, gestores públicos, membros de conselhos de educação, professores e diretores de escolas de Educação Infantil e promotores de leitura que atuem junto a crianças de zero a 5 anos e 11 meses de idade.

Para maiores informações, acessem o endereço oficial do evento: http://seminariolepi.wordpress.com/

Indicadores da Qualidade na Educação Infantil

indicadoresedinfantil01

Fonte: Google imagens

A publicação do MEC chamada Indicadores da Qualidade na Educação Infantil caracteriza-se como um instrumento de autoavaliação da qualidade das instituições de educação infantil, por meio de um processo participativo e aberto a toda a comunidade. É uma importante leitura para a constituição de uma Educação Infantil que garanta o direito das crianças a um atendimento educacional de qualidade!

Para baixar o documento completo, clique aqui ->>>> http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/indic_qualit_educ_infantil.pdf

História e cultura africana e afro-brasileira na educação infantil

O livro é uma ferramenta fundamental e disponibiliza tanto para os professores responsáveis e compromissados com a educação da primeira infância quanto para os interessados de modo geral em uma educação e em um país justo e igualitário, conteúdos sólidos para a formação e o conhecimento sobre a riqueza, as diferenças e a diversidade da história e da cultura africana e suas influências na história e na cultura do povo brasileiro, em especial, da população afro-brasileira. Por meio dos projetos pedagógicos presentes na publicação, os(as) professores(as), a comunidade e os demais profissionais envolvidos com a história, a vida e a educação das crianças, poderão construir atividades e desenvolver práticas pedagógicas promotoras da igualdade étnico-racial (Brasília: MEC, UFSCar, 2014).

Para pedir cópias impressas, entrar em contato com o Ministério da Educação/Secadi.

Clique aqui para fazer o download gratuito ->>>> http://unesdoc.unesco.org/images/0022/002270/227009POR.pdf

Boas ideias: Biblioteca para bebês

Um bebê engatinha livremente pelo piso emborrachado, olhando curioso para as formas geométricas coloridas do chão. Outro se apoia nas pernas da mãe para pegar o livro na estante baixa. A babá, com o garoto no colo, dá voz aos personagens da história que tem nas mãos, enquanto ele aponta o dedinho para as ilustrações. A menina com a chupeta na boca se esparrama no pufe. Bateu o soninho? A mãe a leva para a sala reservada, com luzes baixas, onde outra mãe amamenta seu filho. Para manter o piso limpo, todos os adultos têm de calçar uma espécie de sapatilha cirúrgica sobre os sapatos. Ao lado da porta, há um verdadeiro estacionamento de carrinhos de bebê.

É nesse ambiente aconchegante que funciona a Biblioteca para Bebês da Sala Borsa, na cidade de Bolonha, na Itália. A Sala Borsa fica no histórico Palazzo d’Accursio, ou Palazzo Comunale, na Piazza Maggiore. Reformada em 2008, ganhou um espaço dedicado à leitura na primeira infância (zero a três anos), nascido da percepção de que a literatura pode ser uma grande aliada no desenvolvimento cognitivo dos pequenos. Ali também, mães que já perceberam esse valor se reúnem com  educadores, bibliotecários e outras mães, para trocar experiências.

Mas não foi só na Itália, ou na Europa, que se levantou a bandeira sobre a importância do contato com os livros desde os meses iniciais de vida – e, por que não, desde a gestação? No Brasil, já demos os primeiros passos. Iniciativas pioneiras, como o Programa Bebelendo, das professoras Rita de Cássia Tussi e Tania Rösing (Universidade de Passo Fundo), e a criação de uma biblioteca para bebês nas duas últimas edições do Salão do Livro para Crianças e Jovens, organizado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), merecem destaque.

Nesse contexto, chega às livrarias Ops, da autora Marilda Castanha, um convite para que pais leiam com seus filhos desde o berço. Ops é um desses livros formidáveis, simples para quem vê, mas engenhoso em sua concepção. Combina a repetição de uma mesma palavra – e todos os pais conhecem o famoso “de novo!” dos filhos, surgido da necessidade de ouvir as mesmas histórias, cantar as mesmas músicas, assistir aos mesmos filmes, como uma forma de compreensão e assimilação do mundo – com situações próprias do universo infantil. Afinal, que criança nunca derrubou a bola de sorvete no chão, levou uma lambida do cachorro ou quebrou algum objeto da mãe no meio do jogo de bola? Outra ousadia da autora: Ops traz nas páginas finais uma curta sequência narrativa, brincando com o livro dentro do próprio livro.

Com esta ideia em mãos, coube à equipe da Cosac Naify trabalhar com a tipografia de modo a criar uma perfeita interação, na qual a palavra de fato torna-se a imagem. Assim, ao quebrar a “vidraça”, é a própria letra “o” da palavra “ops” que se estilhaça. As curvas da letra “s” traçam o caminho do cachorro eufórico ao encontro do menino. E brincar no balanço ao som de “oooooopppssss” é muito diferente de escorregar e… “oooooooops”. Um autêntico livro ilustrado para bebês.

Cada criança vai perceber toda essa complexidade à sua maneira – e no seu tempo. O mais importante, nessa fase, é despertar a curiosidade e propiciar o contato com o livro. Ele vai colocar na boca? Sem problemas. Porque assim ele cria, também, uma familiaridade com o objeto. Vai manusear, apontar, brincar, jogar… vai ler com as mãos. Ainda reconhecerá as cores, as formas, os objetos. Quando a mãe ou o pai lerem Ops para o bebê, ele vai perceber a entonação e a cadência, a expressão facial, vai imitar os sons – parte do seu processo de desenvolvimento social, psicológico e emocional.

A razão mais importante da leitura para o bebê, no entanto, é a troca afetiva entre pais e filhos, avós e netos, babás, professores e seus pupilos. Afinal, esse gesto tão íntimo pressupõe o colo, o carinho, o cuidado em criar um ambiente acolhedor – como o da incrível biblioteca de Bolonha – e escolher um livro estimulante – como Ops. Os leitores de primeira viagem agradecem.

Artigo intitulado “A hora dos bebês leitores”, disponível em: HTTP://editora.cosacnaify.com.br/blog/?tag=biblioteca-de-bebes.

Slides e vídeos exibidos no III Encontro Estadual

Proinfancian@, clique abaixo para acessar os slides e vídeos exibidos no III Encontro Estadual:

  1. Conferência_Fulvia Rosemberg_III Encontro ProInfância Bahia MEC-UFBA 2014
  2. Palestra_Mesa 1-Rita Coelho_III Encontro Estadual Proinfância Bahia MEC-UFBA 2014
  3. Palestra_Mesa 1-Tiago Randunz_III Encontro Estadual Proinfância Bahia 2014
  4. Palestra_Mesa 2-Malu Flores_ III Encontro Estadual Proinfância Bahia 2014
  5. Palestra_Mesa 2-Marlene e Maria Izabel_III Encontro Estadual Proinfância Bahia 2014

Hino Nacional – III Encontro Estadual Proinfância Bahia MEC-UFBA

Vídeo de comemoração ao 1º ano de história do Proinfância Bahia MEC-UFBA