A docência masculina na Educação Infantil: provocações ao debate

A docência vem sendo exercida em nosso país predominantemente por mulheres e essa característica se apresenta mais acentuada quando nos referimos ao trabalho pedagógico desenvolvido na Educação Infantil. Apesar da relevância, sabemos que esse, entre os variados temas que envolvem o debate sobre a Educação Infantil, ainda é pouco discutido.

Enquanto elemento do cotidiano e das práticas pedagógicas na Educação Infantil, o trabalho docente exercido por homens, com as crianças de até 6 anos, revela-se como um assunto potencialmente formativo, tanto para a formação inicial quanto para a continuada, pois vem se apresentando como um desencadeador de concepções, conceitos e preconceitos, provocando reflexões e debates sobre o perfil e a identidade do professor da Educação Infantil e da própria Educação Infantil, enquanto primeira etapa da Educação Básica.

Abaixo, apresentamos dois vídeos para instigar ainda mais a discussão:

  • Este primeiro diz respeito a um Programa da RTV Unicamp, intitulado: “Pesquisa em Pauta – Trajetórias na Docência de Professores homens na Educação infantil”, que traz discussões a partir dos resultados de uma pesquisa de mestrado sobre o tema. Levanta importantes questões sobre o assunto, confiram:

 

  • O vídeo a seguir é uma reportagem de um programa da TV aberta e apresenta algumas cenas do cotidiano de professores de uma instituição de Educação Infantil localizada no estado de São Paulo. É muito interessante, vejam:

 

Aos interessados em aprofundar os estudos e reflexões sobre este assunto, recomendamos a leitura da dissertação de mestrado de Peterson Rigato da Silva (integrante do grupo gestor do Fórum Paulista de Educação Infantil), sob a orientação da Prof.ª Dr.ª Ana Lúcia Goulart de Faria, intitulado: “Não sou tio, nem pai, sou professor! A docência masculina na educação infantil” (UNICAMP).

E que o debate continue cada vez mais intenso e articulado para o fortalecimento da educação da infância, especialmente, via desnaturalização da noção de Educação Infantil como profissão exclusiva ao gênero feminino!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s